sábado, 22 de dezembro de 2012

Civilização perdida

É claro que quando li Os Maias era um adolescente retardado e pensei que fosse um livro sobre uma civilização perdida...

4 comentários:

Anónimo disse...

Acho que era mais sobre uma geração perdida, mas que afinal não se perdeu!
Estão cá todos, conseguiram apanhar o americano...
E chiques a valer!

Antonieta

Rui Ângelo Araújo disse...

Conseguiram apanhar o americano, de facto.

Um Jeito Manso disse...

Perdoe-me os votos apostos num ambiente queirosiano mas acho que até não ficarão mal de todo.

Quero dizer-lhe que aprecio a ironia, a estética, o fino trabalho da sua escrita. Escreve muito bem e não é pretensioso e isso são virtudes que nem sempre andam a par. Por isso, não lhe podendo oferecer um presente natalício, achei que talvez as minhas palavras, apesar de não serem nenhuma novidade, lhe poderiam soar bem.

Um feliz Natal para si e para aqueles a quem quer bem.

Rui Ângelo Araújo disse...

Muito obrigado pelos votos e pelos comentários, Um Jeito Manso. Soam muito, representam muito. Feliz Natal para si também.