segunda-feira, 23 de julho de 2012

Diário de férias (1)


Há muito tempo que não ouvia televisão em casa. É uma sensação estranha (e, claro, má) acordar com o eco da voz de Manuel Luís Goucha. Quero dizer, penso que era o Manuel Luís Goucha, na verdade não o vi — o aparelho está na casa do vizinho, provavelmente surdo como uma porta ou apaixonado pelos requebros tonais do apresentador.

Sem comentários: