quinta-feira, 1 de março de 2012

Barragens coloridas

Depois de projectar filmes com avezinhas e paisagens nos paredões das barragens como prova de que o seu coração é verde, a EDP resolveu agora arregimentar arquitectos e artistas de renome para branquear colorir ou conceber as suas obras.
Não devemos ser insensíveis a toda a arte pública e não custa ver sensatez na ideia de pôr arquitectos qualificados a procurarem soluções inteligentes que minimizem o impacto daquele tipo de obras. Contudo, no que se refere à EDP é também previdente deixar-se sempre um pé para trás. Como resistir à tentação de ver nisto uma manobra de diversão? O amarelo da barragem da Bemposta tem o potencial de gerar uma discussão mais fácil e apaixonada (e inócua) do que uma que incida sobre a razoabilidade do plano nacional de barragens. Ou sobre o tarifário da empresa.

1 comentário:

Margarida disse...

Bem, ainda há pouco me enviaram um código para obter um ingresso no cinema na aquisição de outro...
Comigo são ns queridos, para compensar a estratosférica conta que me endossam de dois em dois meses.
Enquanto vejo cinema, esqueço-me...
(é a versão 'pipocas e cinema' do velhinho 'pão e circo')