segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O terceiro tabuleiro*

«Seria revoltante, sendo Portugal o segundo país mais desigual da Europa, não ir concertando as coisas de modo a tornar o país mais justo.»
Perante uma evidência que ele próprio enuncia e reconhece, Passos Coelho promete ser mais rigoroso com… a atribuição do rendimento social de inserção. A julgar pela sua entrevista ao Público, é assim que ele pretende, digamos, tornar o país mais justo.
Rimos ou choramos?

* Os três tabuleiros de Passos Coelho: «contas públicas em ordem»; «tornar o país mais competitivo» e, digamos, «tornar o país mais justo». Riam, riam.

Sem comentários: